Alice Moraes

Padrões? Quebre-os!

Áudios

Amor de Carnaval
Data: 07/04/2017
Créditos:
Poema e voz: Alice Moraes
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Amor de carnaval
Nossos olhares se encontraram em meio a multidão.
Foi engraçado como nossos olhos se encontraram em meio a tantos outros.
Gosto de pensar que foi o destino.
Aquele momento, mais sublime que já presenciei.
Durou apenas poucos segundos.
Mas que segundos foram aqueles!
Mágicos.
Surreais.
Você desviou o olhar.
Não sei para onde olhou, ou se olhou para alguém.
Não consegui desviar os olhos.
Você voltou a me olhar.
Eu continuava com aquela cara extasiada.
Como se tivesse descoberto o segredo de toda a vida.
Você abriu um pequeno sorriso.
E foi o bastante para que eu me apaixonasse.
Cai de amores por você naquele instante.
Seu sorriso.
O mais lindo que vi até hoje.
Encheu de luz aquela noite escura.
Parecia que a lua tinha dado lugar ao sol.
Mas aquele momento passou.
O bloco continuou.
E você desapareceu na multidão.
E eu?
Eu fiquei ali parada.
Com cara de paisagem.
Sentindo a sensação mais maravilhosa da minha vida.
E pensando se um dia nos encontraríamos de novo.
E viveríamos aquele amor de carnaval.
Enviado por Alice Moraes em 28/02/2017

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Guerreiros das Sombras R$12,00